Família de Alexandro esclarece que ele foi assassinado por engano

“O agressor o confundiu com outro homem, com o qual discutira pela manhã, informa Josevaldo”, irmão da vítima

A família do jovem Alexandro, assassinado no último sábado (28) a golpes de faca-peixeira nas proximidades do mercado público, vem a público corrigir algumas informações que, erroneamente, testemunhas do crime, transmitiram para a imprensa.
O irmão da vítima, josevaldo (conhecido como Galego), relatou que Alexandro não passara a manhã bebendo com o agressor. Pois eles nem se conheciam. “Segundo informações que eu consegui apurar esse José Marques, assassino de meu irmão, teria discutido e, consequentemente, sido agredido por outro homem na parte da manhã”, relatou.
O cunhado da vítima, Daniel Júnior, relata que Alexandro estava tomando caldo de mocotó, quando o agressor chegou do nada o acusando de ter roubado sua bicicleta. “Assustado, Alexandro respondeu que não o conhecia e não sabia do que ele estava falando. Chegou até a falar com a proprietária do barraco, a respeito do estranho que o acusava. Quando a mulher notou a possibilidade de acontecer algo pior, correu e avisou a Guarda Municipal, mas ao retornar, ela pôde constatar que o agressor já tinha desferido golpes de faca mo meu cunhado, que veio a falecer, inocentemente, alguns minutos depois, com apenas 25 anos”, lamentou Daniel.

Por último, o irmão Josevaldo, falou sobre os últimos momentos de vida de Alessandro. “Depois de sofrer os golpes, meu irmão ainda conseguiu sair andando do local, pegou um mototáxi, mas não resistiu e faleceu alguns minutos depois”, relatou emocionado.
No geral, a família afirma que o mais importante é a imagem de Alexandro não ficar associada a comportamentos violentos. “Ele não era violento, era calmo, alegre e popular. Era pessoa de muitos amigos e deixa saudades junto à família”, frisou o cunhado Daniel.

Créditos:Redação maisnoticias.net.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =

Veja também

Mais um assassinato em Paulo Afonso

No último dia 30,por volta das 17:30h, mais um crime bárbaro aconteceu em nossa cidade.Na rua Glaúber Rocha s/n, no Bairro Tancredo Neves 2, o senhor José Fernandes  da