Justiça suspende liminar que reestabelecia esquema de plantão da Polícia Civil

A presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, a desembergadora Telma Brito, atendeu na sexta-feira (6) pedido do Estado e suspendeu a liminar que reestabelecia o antigo esquema de escala de plantão para a polícia civil da Bahia. A decisão veio depois de ação da Procuradoria Geral do Estado (PGE).
O procurador Miguel Calmon Dantas entende que a decisão é melhor para a sociedade. “A suspensão da liminar favorece a eficiência do serviço público desempenhado pelos policiais civis”, disse.
O delegado geral Joselito Bispo voltou a dizer que essa decisão corrobora um desejo que partiu da comunidade. “O nosso trabalho é proteger o cidadão. A mudança no regime de trabalho de nossos servidores buscou apenas ampliar essa ação e a Justiça entendeu isso”, comentou.
A nova escala mudou o regime de trabalho de 24 horas de plantão por 72 horas de folga (24/72) para 12 horas de plantão para 24 horas de folga (12/24), para quem trabalha durante o dia, e 12 horas de plantão por 48 horas de folga (12/48), para quem trabalha à noite. Policiais e delegados se manifestaram contra a decisão através dos sindicatos das categorias.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + dezessete =

Veja também

Habitação para os policiais militares

O Comando Geral da PM, continuando com a política de valorização de pessoal, realiza parceria com a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER) e a Caixa