Ramon, lateral do Flamengo, é indiciado por atropelar e matar ciclista

O jogador de futebol Ramon Ramos, lateral do Flamengo, foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar) do ciclista Jonatas Davi dos Santos, em 4 de dezembro, que trabalhava como entregador de aplicativos.

De acordo com investigações, a imprudência de ambos foi determinante para a colisão. O atleta dirigia entre 20% e 50% acima da velocidade máxima permitida e a vítima cruzava as faixas de rolamento da via de grande movimento. 

Segundo o relatório, “nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores”.

Os policiais consideraram no documento encaminhado ao Ministério Público que apesar do local não ser dotado de uma ciclofaixa, “o ciclista não poderia ter se afastado dos bordos da pista, iniciando uma manobra que culminou em sua morte”.

Em nota na semana do acidente, Ramon afirmou que lamenta o ocorrido e colabora com as investigações e que busca forças para auxiliar, em tudo o que for necessário, a família da vítima.

Comentários