Lutador morre aos 38 anos após nocaute brutal em luta de boxe sem luvas

Foto: Divulgação / BKFC

Mais de um mês após ter sofrido um nocaute em uma luta de boxe, o lutador norte-americano Justin Thornton, que fez carreira no MMA, morreu aos 38 anos de idade. O óbito foi registrado na segunda-feira (4), após ele ter ficado internado em decorrência do nocaute. 

O duelo ocorreu no dia 20 de agosto, pela 20ª edição do “Bare Knuckle Fighting Championship” (BKFC), um evento de boxe sem luvas. A luta, contra Dillon Cleckler, durou apenas 19 segundos e, logo após o nocaute, Thornton foi hospitalizado, por conta de uma infecção causada por uma lesão na medula espinhal. 

O presidente do BKFC, Dave Feldman, expressou seu pesar ao anunciar a morte do lutador:

“Esta manhã ficamos muito tristes ao sermos notificados da morte de um de nossos lutadores, Justin Thornton, que competiu no BKFC 20 em 20 de agosto de 2021. Nós nos juntamos ao resto da comunidade de esportes de combate para enviar nossas mais profundas condolências à sua família e entes queridos”.

Justin Thornton sofreu nocaute em agosto, ficou internado e morreu

Os relatórios do hospital apontam que Thornton ficou com o corpo parcialmente paralisado após a luta, indicando a hipótese de derrame cerebral. 

Seu cartel no MMA foi encerrado com seis vitórias e 18 derrotas, sendo que, nas últimas cinco lutas, Thornton perdeu por nocaute ou finalização. 

 O vídeo do momento contém imagens fortes. Confira:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 4 =