Briga entre torcedores do Palmeiras e Corinthians deixa um morto e outro ferido a tiros na Zona Sul de SP, diz PM

Torcedores/crédito: Reprodução/TV Globo

Uma briga entre torcedores do Palmeiras e do Corinthians deixou um corintiano morto e outro ferido a tiros na tarde deste sábado (30) na Zona Sul de São Paulo, segundo a Polícia Militar (PM). Vinte e um palmeirenses e um corintiano foram detidos pela corporação. Também foram apreendidas 26 barras de ferro, 11 pedaços de madeira e três rojões.

Os dois corintianos foram atingidos na Avenida Padre Arlindo Vieira, no Sacomã. Segundo a PM, a briga não teria sido marcada com antecedência. Os torcedores teriam se encontrado por acaso quando um ônibus fretado pelos palmeirenses descia a avenida. O confronto teria começado quando corintianos cercaram o veículo.

Moradores da região gravaram imagens da briga. Um dos vídeos mostra dois torcedores com camisas do palmeiras que parecem estar armados. Em outro vídeo é possível ver pessoas correndo com barras de ferro e pedações de madeira na mão.

“A gente só viu o pessoal correndo, tudo com pau na mão. Aí a gente já correu pra fechar, para eles não entrarem. A já fechou a porta. Só escutava os tiros e as bombas. E uma correria pra lá e pra cá, gente gritando. Susto muito grande”, diz uma testemunha que não quis se identificar.

Ainda segundo a PM, os dois baleados chegaram a ser socorridos por integrantes da torcida do Corinthians. Eles foram levados para o Pronto Socorro do Sesi.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) afirmou que o estado de saúde do homem ferido é grave. “Um homem morreu e outro ficou gravemente ferido. Informações preliminares apontam que os suspeitos usaram barras de ferro, pedaços de pau e arremesso de fogos de artifício nas agressões. No meio da confusão, indivíduos armados efetuaram disparos atingindo ao menos duas pessoas”, disse a pasta.

O caso foi registrado no 26º Distrito Policial (DP), Sacomã, para onde os torcedores detidos foram levados. A polícia tenta identificar quem teria efetuado os disparos.

No final da tarde deste sábado, o Palmeiras enfrentou o Santos no Maracanã, no Rio de Janeiro, na final da Taça Libertadores de América. Por causa da pandemia de coronavírus, o número de quem pôde assistir ao jogo no estádio foi limitado a 5 mil pessoas.

A PM reforçou a segurança em torno do estádio do Palmeiras, na Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista, onde palmeirenses se reuniram para assistir à partida pela TV e provocaram aglomerações. O reforço da segurança também foi feito perto do estádio do Santos, no litoral.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 15 =