Enem: Bolsonaro critica questão sobre salários de Neymar e Marta: ‘Ridícula’

Bolsonaro/crédito: Agência Brasil | divulgação/CBF

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se irritou com uma questão que caiu no primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que levantou uma discussão sobre a diferença de salários entre os jogadores Marta e Neymar Jr. Em conversa com apoiadores nesta segunda-feira (18), ele disse que a questão é “ridícula”.

“O banco de questões do Enem não é do meu governo ainda, é dos governos anteriores. Têm questões ali ridículas, ainda. Ridículas, tratando do assunto. Comparando mulher jogando futebol, mulher e homem, por que que a Marta ganha menos que o Neymar…”, disse.

O presidente chegou a afirmar que o “futebol feminino ainda não é uma realidade” no país. “Não tem que ter comparação, o futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil. O que o Neymar ganha por ano, todos os times de futebol juntos no Brasil não faturam por ano. Como que vai pagar para a Marta o mesmo salário? Isso chama-se iniciativa privada. Ela que faz o salário. Ela que mostra para onde o mercado deve ir. Então, [o exame] faz umas questões absurdas sempre pregando a igualdade, mas por baixo”, afirmou.

Após os comentários do Bolsonaro, a jogadora publicou uma foto treinando pela Seleção Brasileira e, sem citar nomes, ironizou as críticas. “Uns serão lembrados como os melhores da história, já outros…”, escreveu no Instagram. Marta foi eleita a melhor jogadora de futebol do mundo por seis vezes.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + nove =