Após novo vexame, Vitória foge de perguntas e troca coletiva de Barroca por “depoimento”

Time do Vitória -Créditos: Reprodução/Redes Sociais

A cada rodada um novo vexame. Assim vem sendo a campanha do Vitória na Série B do Brasileirão.

No domingo (25), uma nova derrota, desta vez para o vice-lanterna Botafogo-SP, que deixou a equipe apenas um ponto à frente da zona de rebaixamento para a Série C.

E o torcedor, sofrido, não tem direito sequer de ouvir uma explicação.  Após a partida, em Ribeirão Preto-SP, o Rubro-Negro fugiu, mais uma vez, das perguntas da imprensa.

A esperada coletiva do técnico Eduardo Barroca não foi realizada. O clube trocou os questionamentos, muitos deles dos próprios torcedores, por meio dos radialistas e jornalistas, por um “depoimento” do treinador.

A fala, de pouco mais de quatro minutos, foi divulgada após mais de uma hora do encerramento do confronto e não trouxe nenhum alento à torcida. As milhares de perguntas dos rubro-negros ficaram sem respostas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 1 =