Volta de Robinho ao Santos gera protestos na internet

Robinho/crédito: Santos

O Santos anunciou o retorno de um dos seus principais atletas, dentro de campo, neste século. Robinho foi destaque no Campeonato Brasileiro de 2002 e da Copa do Brasil em 2010. Mas a quarta temporada do atacante na Vila Belmiro foi alvo de protestos, principalmente porque Robinho foi condenado por estupro na Itália.

Uma das mensagens mais enfáticas foi do Dibradoras, perfil nas redes sociais que divulga a atuação feminina no esporte. “Quando clubes de futebol contratam e dão holofotes a jogadores envolvidos em crimes contra a mulher, a mensagem que eles passam é de que essas violências não importam”, afirmou o Dibradoras, sobre o caso Robinho.

A contratação ainda enfrenta outras barreiras. O Santos tem até esta segunda-feira (12) para registrar o contrato, pois a partir de terça-feira (13) cumpre pena imposta pela Fifa pelo inadimplemento de pagamentos devidos aos times do Hauchipato (Chi) e Atlético Nacional (COL).

Há, também, quem comemorou o retorno do atacante, que ficou famoso pelo drible chamado de pedalada. “O bom filho a casa torna. Meu ídolo está de volta”, afirmou Neymar, que autou junto com ele no Santos em 2010.

Quando clubes de futebol contratam e dão holofotes a jogadores envolvidos em crimes contra a mulher, a mensagem que eles passam é de que essas violências não importam. São irrelevantes. É por isso que revolta. Porque mostra que a vida da mulher vale menos – ou não vale nada. pic.twitter.com/llvSbBUIiI.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =

Veja também