Presidente do Corinthians ameaça abandonar Brasileirão se Rio de Janeiro liberar torcida

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, se posicionou de forma contrária ao retorno do público aos estádios apenas em alguns estados. O dirigente usou sua conta no Twitter e ameaçou retirar seu time da disputa do Campeonato Brasileiro após o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), acenar em liberar a presença de torcedores no Maracanã para o jogo do Flamengo com o Athletico-PR, no dia 4 de outubro.

“O Corinthians só aceita a volta do público aos estádios se todos os times da Série A tiverem a mesma oportunidade, independente do estado ou cidade. Se não forem as mesmas condições para todos não entraremos em campo”, afirmou Sanchez.

Apesar da declaração de Crivella, a volta dos torcedores aos estádios ainda precisa do aval da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Segundo o site “ge”, Andrés Sanchez já comunicou a sua decisão à entidade que controla o futebol brasileiro.

O Corinthians ocupa, neste momento, a 11ª colocação na tabela de classificação com 12 pontos. O Timão volta ao gramado na próxima quarta-feira (23), às 21h30, para visitar o Sport, na Ilha do Retiro, na abertura da 12ª rodada do Brasileirão.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 2 =

Veja também