Corinthians fecha por R$ 300 milhões para Neo Química explorar nome da arena

O Corinthians anunciou na madrugada desta 3ª feira (1º.set.2020) a cessão dos naming rights de seu estádio, a Arena Corinthians, à farmacêutica Neo Química, que pertence ao grupo Hypera Pharma, do empresário João Alves de Queiroz Filho.

O novo nome do estádio é Neo Química Arena. O contrato é de 20 anos.

Os valores da negociação não foram divulgados oficialmente. De acordo com o jornalista Rodrigo Capelo, do Globoesporte.com, o contrato gira em torno de R$ 300 milhões. Os pagamentos serão anuais, de R$ 15 milhões.

O anúncio do acordo entre o clube paulista e a Neo Química ocorre no aniversário de 110 anos do Corinthians. A diretoria do clube tenta vender o direito sobre o nome de seu estádio desde antes de sua inauguração, em 2014.

O presidente do clube, o ex-deputado André Sanchez, disse ao anunciar a parceria com a Neo Química se sentir “aliviado“. Disse que a parceria ajudará o clube a quitar as dívidas contraídas na construção do estádio. “Dá 1 fôlego a mais para o Corinthians“, afirmou.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + dezenove =

Veja também