Com gol nos acréscimos, Bahia vence Bragantino e segue 100% na Série A

Mesmo sem fazer uma apresentação de encher os olhos, o Bahia segue com 100% de aproveitamento na Série A do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (16), o Esquadrão venceu o Red Bull Bragantino por 2×1 em Pituaçu pela 3ª rodada. Com um detalhe: o gol salvador saiu nos acréscimos, seguindo à risca a mística tricolor.

Mais uma vez, valeu muito mais pelo resultado obtido do que pela atuação. Com dois jogos seguidos em casa nesse início de Brasileirão, o tricolor não mostrou uma atuação brilhante em nenhum deles. Mas o que importa é que saiu com seis pontos na tabela.

Se venceu o Coritiba com placar de 1×0, sendo o único gol de pênalti, dessa vez bateu o Bragantino por 2×1 com tento salvador de Ernando aos 47 minutos do 2º tempo. Numa atuação em que o tricolor sofreu mais pressão do adversário do que atacou.

Com isso, o Bahia segue com 100% de aproveitamento em dois jogos, já que o duelo da 1ª rodada, com o Botafogo, foi adiado por causa da final do Campeonato Baiano com o Atlético de Alagoinhas, que aconteceu no mesmo final de semana.

QUEM BROCOU?

Num 1º tempo em que o Bahia mais se defendeu do que atacou, coube ao zagueiro Juninho abrir o placar aos 25 minutos, desviando de cabeça um escanteio cobrado por Juninho Capixaba.

Gol de bola parada do zagueiro para um lado e para o outro. Em falta cometida por Capixaba, Aderlan mandou na área, Léo Ortiz cabeceou, Douglas pegou e o defensor completou no rebote aos 31 da etapa final.

E coube a outro zagueiro, também, ser decisivo: Ernando subiu muito mais do que a marcação em escanteio cobrado aos 47 minutos da etapa final. Ele cabeceou firme para o fundo das redes mantendo a mística tricolor.

QUE DIFERENÇA…

Gilberto mostrou por que fazia tanta falta ao Bahia. Ausente por lesão desde a goleada por 4×1 sobre o Náutico, no dia 22 de julho – primeiro jogo após a pausa do futebol -, o camisa 9 deu a mobilidade que faltava ao ataque tricolor. Abriu pelas pontas, lançou os companheiros, deu combate na frente. Só não fez gol. Saiu com câibra aos 19 do segundo tempo, mas não preocupa.

DESTAQUE

O jogador mais decisivo em campo do Bahia não poderia ser outro: Ernando. Não só pelo gol que garantiu os três pontos ao tricolor, marcado já nos acréscimos, mas também pela bela atuação defensiva. Importante lembrar que o zagueiro ganhou a vaga de titular na partida anterior, diante do Coritiba, quando Lucas Fonseca foi sacado por opção de Roger Machado.

PRÓXIMOS JOGOS

Depois de sete jogos seguidos em Salvador e, mais especificamente ainda, no Estádio de Pituaçu, o Bahia viajará para duas partidas fora de casa. A primeira é na quinta-feira (20), às 20h, contra o São Paulo, no Morumbi. Na sequência o tricolor vai até Fortaleza, onde enfrenta o Ceará no domingo (23), às 18h, no Castelão.

FICHA TÉCNICA

Bahia 2×1 Red Bull Bragantino – 3ª rodada a Série A 2020

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba (Zeca); Gregore, Ronaldo (Alesson) e Rodriguinho (Jadson); Élber, Gilberto (Saldanha) e Rossi (Clayson). Técnico: Roger Machado.

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan (Weverton), Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller, Matheus Jesus e Claudinho (Bruno Tubarão); Artur (Robinho), Alerrandro (Ytalo) e Morato (Weverson). Técnico: Felipe Conceição.

Gols: Juninho, aos 25 minutos do 1º tempo; Léo Ortiz, aos 31, e Ernando, aos 47 minutos do 2º tempo.

Estádio: Pituaçu, em Salvador.
Cartão amarelo: Ronaldo (Bahia); Ryller (Red Bull Bragantino)
Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Marcus Vinicius Gomes (trio de MG).

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =