Andrés sobre Corinthians depender do São Paulo no Paulista: ‘Pode pôr o sub-15’

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, não se mostrou preocupado com o fato de o Timão depender do São Paulo para se classificar ao mata-mata do Campeonato Paulista. 

O dirigente concedeu entrevista coletiva virtual na manhã deste sábado, véspera do duelo contra o Oeste, na Arena Barueri, pela última rodada da fase inicial do Estadual. Um pouco irritado, o mandatário abriu a coletiva falando sobre a possibilidade de o Tricolor ser derrotado pelo Guarani, o que eliminaria o Corinthians e colocaria o time campineiro na próxima fase da competição. 

O mandatário afirmou estar preocupado apenas com a sua equipe. “Não estamos preocupados se o São Paulo vai fazer isso ou aquilo Nós temos que tentar ganhar o jogo, cumprir nosso objetivo de ganhar os dois jogos depois da parada”, assegurou. “O Fernando Diniz é um grande treinador, grande pessoa, e se ele quiser seguir a programação de jogar com o sub-20, sub-15, sub-17, o São Paulo tem a liberdade para fazer o que quer e o que pode”, completou Andrés.

Com o São Paulo já classificado, questões como a possibilidade de enviar mala branca ao time do Morumbi para vencer o Guarani também foram abordadas na entrevista. Andrés negou a ideia de dar o incentivo financeiro ao rival.”Eu acredito em mala branca, mas o Corinthians nunca precisou disso, nunca fez. O Corinthians tem obrigação de ganhar os seus jogos, sem se preocupar com terceiros”, ressaltou o dirigente, que reconheceu, porém, que uma eliminação na primeira fase seria vergonhosa. “É muito feio o Corinthians não se classificar. Ficar fora na primeira fase é uma vergonha, mas não será a primeira nem a última vez”, concluiu.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =