Fifa avalia cancelar calendário de seleções e Brasil pode não atuar em 2020

A cúpula da Fifa quebra a cabeça sobre o que fazer com as três datas-Fifa que restam em 2020 — aquele período reservado para amistosos e jogos de Eliminatórias das seleções. Há quem acredite que todas podem ser canceladas.

São três, segundo o calendário da entidade: entre 31 de agosto e 8 de setembro, entre 5 e 13 de outubro e entre 9 e 17 de novembro. A primeira tem 99% de chance de ser cancelada, as outras duas ainda dependem do avanço das contaminações e mortes pelo novo coronavírus mundo afora e do ajuste às agendas de torneios nacionais e continentais na Europa. Muitos começarão a próxima temporada mais tarde, o que inviabilizaria partidas entre seleções.

A CBF acompanha atentamente as negociações da Fifa. Dentro da entidade, apurou o blog, há o diagnóstico de que é provável que a seleção brasileira não jogue em 2020. Haveria dificuldade de deslocamento dos atletas que atuam na Europa para realizar partidas na América do Sul este ano e isso impossibilitaria o início das Eliminatórias do continente para a Copa de 2022, no Qatar, que deveria ter sido em março, mas foi adiado pela Covid-19. O Brasil de Tite não jogou em 2020 — a última partida foi em novembro de 2019, amistoso contra a Coreia do Sul em Abu Dhabi (vitória por 3 a 0).

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − quatro =