Gallo elogia raça do Vitória em empate e minimiza falhas: ‘Erros acontecem’

O tropeço do Vitória diante do Botafogo no Barradão, na noite desta quarta-feira (14) freou um princípio de reação do Leão no Brasileirão e, mais uma vez, evidenciou falhas individuais do sistema defensivo.

No lance do primeiro gol alvinegro, o lateral Thallyson furou o chute e deixou Bruno Silva de cara com Fernando Miguel para mandar para as redes. Poucos minutos antes, o mesmo Thallyson havia errado recuo de bola, mas contou com a pontaria ruim de Bruno Silva, que chutou para fora. Após a partida, o técnico Alexandre Gallo foi questionado sobre as falhas do lateral, mas preferiu contornar a situação. 

"Essa análise a gente não externa, porque a gente se cobra muito aqui dentro. É um profissional muito dedicado, pergunta o que tem que fazer. Erros acontecem, a gente não pode crucificar. Temos que melhorar. Tivemos muito pouco tempo para trabalhar e cobrar posicionamento melhor. É um atleta muito dedicado", explicou o treinador. 

Alexandre Gallo aproveitou para elogiar a raça dos jogadores, que conseguiram o empate no segundo tempo depois de sair perdendo por 2×0. O resultado manteve o rubro-negro na zona de rebaixamento. No próximo domingo (18) o adversário será o Sport, na Ilha do Retiro.   

"O futebol está sempre nos ensinando. A reação foi excelente. A equipe tem brio. Contra uma equipe defensivamente forte, com duas linhas de quatro. Não tivemos uma equipe equilibrada defensivamente. O Fillipe (Soutto) não vinha jogando. Até surpreendeu. Gostei do trabalho dele, mas é claro que faltou uma conversa, até para fazer uma transição mais técnica", disse Gallo.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − um =

Veja também