Alertado por fã, medalhista da Rio-2016 descobre tumor maligno de pele

O nadador australiano Mack Horton, ouro nos 400 m nado livre nos Jogos Olímpicos do Rio, foi alertado por uma fã sobre um grave problema de saúde. Ela percebeu que o atleta, de apenas 20 anos, estava com uma mancha perigosa no peito. A fã então encaminhou um e-mail para o atleta falando para ele procurar um serviço de saúde. A informação foi divulgada pelo jornal "Daily Mail".

A fã verificou através de fotos registradas nas competições que a mancha havia mudado ao longo do tempo. Horton seguiu o conselho e procurou um médico. Ele então foi diagnosticado com um melanoma, tipo de câncer mais letal que existe, em um hospital de Melborne, na Austrália.

No dia 14, Horton removeu a mancha e postou uma imagem do tratamento nas redes sociais. De acordo com o  "Daily Mail", a Austrália tem um dos maiores índices de câncer de pele no mundo. Cerca de 66% dos australianos serão diagnosticadas com a doença até os 70 anos.

O nadador australiano usou as redes sociais para agradecer ao fã que o alertou sobre uma mancha perigosa no peito e disse que ele deveria procurar um serviço de saúde.

“Um salve para pessoa que falou para o médico da equipe de natação que eu verificasse meu sinal. Boa dica. Muito boa dica”, escreveu ele nesta sexta-feira (21). A mensagem foi compartilhada no Instagram do atleta, juntamente com uma foto em que ele aparece com um curativo no lugar onde estava o sinal.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =