Vitória goleia Chapecoense e consegue segundo triunfo consecutivo no Brasileirão

Demorou, mas o Vitória finalmente conseguiu vencer duas partidas consecutivas pelo Campeonato Brasileiro. Em duelo disputado neste sábado (1º), na Arena Condá, o time Rubro-negro goleou a Chapecoense por 4 a 1. Os gols foram anotados por Zé Love (duas vezes), Marcelo e Kieza, enquanto Tiaguinho descontou para os donos da casa. Com o resultado, o Leão chegou aos 35 pontos e ocupa provisoriamente a 12ª posição.

O próximo compromisso do time comandado pelo técnico Argel Fucks é contra o Grêmio, quarta-feira (5), às 19h30, na Arena Fonte Nova, válido pela 29ª rodada do certame nacional.

O jogo

A partida começou truncada com a maioria das jogadas concentradas no meio de campo. O Vitória apresentava uma leve superioridade e mantinha mais a bola nos pés. Aos oito minutos, o time Rubro-negro abriu o placar na Arena Condá. Marinho cruzou para Zé Love, que completou de primeira, livre para o fundo das redes.

Após fazer o gol, o Vitória continuou buscando o jogo. Aos 15, Marinho cobrou falta da intermediária, Marcelo desviou de cabeça e marcou o segundo gol do Leão na partida.

Os donos da casa esboçaram uma reação logo depois do gol sofrido, mas Fernando Miguel se esticou todo e evitou o tento da Chape. Porém, o Vitória jogou um balde de água fria nas investidas da Chapecoense. Aos 25, Kieza subiu pela esquerda, viu Zé Love bem posicionado e tocou para ele. De trivela, o atacante fez o seu segundo gol na partida e o terceiro de sua equipe.

O time comandado pelo técnico Argel Fucks não se acomodou e continuava criando jogadas de perigo. A Chape até teve uma boa chance com Rafael Bastos aos 35, mas Fernando Miguel fez uma bela defesa e a bola explodiu na trave. 

Superior, o Rubro-negro chegou ao quarto gol com Kieza, anotado aos 39. Marinho subiu com velocidade pela direita, brigou com a marcação e conseguiu encontrar Kieza, que bateu bem na bola e marcou um belo gol em Chapecó.

Segundo tempo

O técnico Caio Júnior realizou logo duas substituições no intervalo. Ele sacou Lourency e Gimenez  para as entradas de Gil e Neto, respectivamente. 

Após um primeiro tempo arrasador, o Vitória tirou o pé do acelerador  e adotou uma postura cautelosa. Com isso, a Chapecoense começou a pressionar. Aos oito, livre de marcação, Rafael Bastos cabeceou e mandou na trave.

A Chapecoense conseguiu diminuir aos nove minutos. Gil cruzou da linha de fundo, e Tiaguinho completou de peito.

O Vitória conseguiu segurar a pressão do adversário e conquistou o triunfo por 4 a 1.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + quatro =