Bahia joga mal e fica no empate sem gols contra Sampaio Corrêa

O Bahia empatou com o Sampaio Côrrea na noite desta sexta-feira (15) no Maranhão e vai a 21 pontos na tabela da Série B, ocupando a décima posição na tabela – pode cair até o final da rodada, no sábado. O tricolor mostrou lentidão e falta de criatividade diante do lanterna Sampaio e não conseguiu o triunfo. O próximo jogo do tricolor é no sábado (23), recebendo o Luverdense na Fonte Nova.

Os dias de treino em Porto Seguro parecem não ter feito diferença. O Bahia teve um primeiro tempo sem inspiração. O time baiano teve maior posse de bola, mas parou por aí. Com dificuldades para criar jogadas, o tricolor não conseguia chegar com perigo e não teve conclusões que levaram perigo ao gol do Sampaio Côrrea. A primeira finalização do jogo, por sinal, foi do time da casa, aos 9 minutos. Jean fez a defesa em dois tempos.

Com pouco tempo de jogo, Edigar Junio sentiu e foi substituído por Régis. O Bahia tentava chegar ao gol de cabeça. Primeiro, Hernane trocou passes com Luisinho, que levantou para o Brocador cabecear, mas a bola foi para fora. Depois, Luisinho levantou para Cajá, também de cabeça, mandar pela linha de fundo.

No segundo tempo, o Bahia precisou fazer mais uma modificação por lesão – Lucas Fonseca sentiu e Éder entrou no lugar. Aos 15 minutos, o lance que poderia mudar o jogo. Edgar driblou Tinga, que derrubou o atacante na área. A arbitragem sinalizou pênalti para o time da casa. Elias foi para a cobrança e acabou mandando na trave, para sorte do Bahia.

O tricolor tentava sem sucesso uma pressão. Aos 26, quase o zagueiro Wágner marca contra em cabeçada para trás, mas o goleiro do Sampaio fez a defesa. Doriva tirou Luisinho de campo, dando lugar a Zé Roberto. O jogo seguia sem grandes chances. Aos 37, Carlos Alberto chegou a balançar as redes para o Sampaio, mas a jogada já estava parada.

No fim da partida, o Bahia apelou para bolas levantadas na área, mas os desvios acabaram nas mãos do goleiro Rodrigo Ramos. Aos 49, o tricolor ainda teve uma chance na bola parada, mas a cobrança de Juninho foi para fora.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =