Mesmo sem CR7, Portugal derrota França e conquista sua primeira Eurocopa

A zebra é lusitana na Eurocopa 2016. O título português teve um sabor todo especial da surpresa. Longe de ser a favorita, Portugal despachou a anfitriã França, conquistando seu primeiro título na história, de um jeito que até as maiores zebras da história ficariam com inveja do caminho que os lusitanos percorreram até o troféu. 

Na primeira fase, Portugal se classificou com três empates. No tempo normal, só venceu um adversário, o País de Gales, por 2×0, nas semifinais. Neste domingo (10), na final da Eurocopa contra a França, Cristiano Ronaldo levou uma pancada aos 7 minutos do primeiro tempo. Ainda tentou voltar machucado, mas não deu e acabou deixando o gramado aos 23. 

Porém, nada disso abalou os portugueses, que venceram os franceses, por 1×0, na prorrogação, levantando o troféu de campeão europeu. Do caminho em que Portugal percorreu, o maior desafio seria, de fato, a França. Os franceses vinham de um triunfo diante da Alemanha, por 2×0. 

CR7 se machuca e sai da final da Europa
(Foto: AFP)

Durante o jogo, o que se viu foi a França atacando, enquanto Portugal se limitava em se defender, aproveitando alguns contra-ataques. Foi assim durante todo tempo normal. Aos 46 minutos do segundo tempo, o artilheiro da Euro, Griezmann, com seis gols, teve a melhor chance, mas acertou a trave.

Vira-Vira

Na prorrogação, Portugal resolveu ciscar. Depois de tanta pressão sofrida no tempo normal, o que viesse era lucro. No primeiro tempo extra, Éder quase faz de cabeça, aos 13. 

No segundo tempo da prorrogação, até Cristiano Ronaldo, que não parava de chorar no banco, resolveu empurrar seu time ao lado do técnico Fernando Santos. Aos 2 minutos, Raphael Guerreiro acertou o travessão. O cartão de visita portuguesa, que acabou marcando aos 4 minutos. Éder, de longe, bate forte e decreta o título português.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + catorze =