Crise! Marcelo Sant’Ana anuncia dispensa de jogadores. “Nas próximas 48 horas, jogadores vão sair”

Frustrado”, é assim que o presidente do Bahia, Marcelo Sant’Ana, se sente depois da sexta derrota nas últimas sete partidas do Tricolor pela Série B. Quatro delas para equipes que disputaram a Série C em 2015. Distante da zona de acesso e próximo do Z4 do campeonato, o presidente Marcelo Sant’Ana concedeu entrevista coletiva e anunciou que jogadores deixarão o clube nos próximos dias.

– Tenho sentimento de frustração. Agora o trabalho e a vontade de recuperar tem que ser maior. A gente sabe que a situação é muito ruim. Perder seis jogos na sequência de sete partidas para equipes que tentam crescer no futebol brasileiro, estão se reestruturando, não é admissível. Pelo investimento que a gente tem feito esse ano para o futebol gerar resultados, para o trabalho de campo resgatar a autoestima da torcida… Estamos em débito e temos que fazer correções. Não é hora de citar nome de A ou B. Mas é inegável que, nas próximas 48 horas, jogadores vão sair e outros jogadores têm de ser contratados. Temos que aproveitar esse período que a comissão técnica terá [o Bahia terá dez dias até a próxima partida na Série B]. A gente precisa chegar na segunda pausa [no campeonato] com as modificações feitas. Sejam modificações envolvendo comissão, staff, jogadores, temos que fazer ajustes. O mais importante é o Bahia subir em novembro. Qualquer sacrifício será feito para dar o resultado que essa torcida merece – comunicou o presidente tricolor.

Irritado com alguns jogadores, o mandatário Tricolor, mostrou que a paciência com certos atletas acabou.

– Essas correções nós temos que fazer. Tem peças que estão rendendo abaixo e outras que a cota já esgotou. Não vai ter próximo jogo para algumas peças. Mais chance do que foi dado não dá. A gente prega planejamento, organização, dá tempo para trabalhar, mas a vida tem o próprio tempo. E o tempo de algumas peças acabou.

Reforços

Recém chegado no clube, o técnico do Bahia, Guto Ferreira também alertou sobre a necessidade de mudanças, e reforçou o discurso do presidente na busca por reforços para a sequência da competição.

– Precisamos do jogador que possa resolver, independente da divisão em que se está. Que venha com ritmo de jogo ou pelo menos que esteja jogando. Não dá para tirar jogador que está jogando na Série A. Tem que ter jogador que está no plantel, jogando esporadicamente, que entre no ritmo que você pretende e dê as respostas. (…) Sei que vão buscar isso [quem pode sair]. Mas jamais vou expor aqui nesse momento.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =