Bahia toma gol aos 48 e perde a quarta seguida no Brasileirão da Série B

Sem vencer nas três últimas partidas do Campeonato Brasileiro da Série B 2016, Bahia e Brasil de Pelotas se enfrentaram na noite desta sexta-feira (24) em jogo válido pela 12ª rodada da competição. E jogando no Estádio Centenário, o Esquadrão de Aço encontrou o seu quarto tropeço seguido ao ser derrotado pelos Xavantes por 2×1 na cidade de Caxias do Sul. Com o resultado, os tricolores estacionam nos 17 pontos e dormem provisoriamente em 9º lugar enquanto os gaúchos sobem para a 7ª posição com 19 pontos.

A partida se inicia com dura marcação dos gaúchos, que anulavam as investidas do Bahia com faltas e sem dar espaço aos chutes de longa distância. Com isso, o primeiro lance de perigo veio apenas aos sete minutos, quando Régis recebe passe na entrada da área e chuta torto para o gol dos anfitriões.

Com muito contato físico nos lances, os times abusavam dos lançamentos em longa distância para chegar a meta rival e abrir o marcador. Com maior posse de bola, a equipe comandada por Aroldo Moreira passou a se aproveitar dos lances de bola parada para criar boas investidas ao gol do time de Pelotas. Aos 12, Luisinho entra na área e bate cruzado para contenção de Eduardo Martini. Logo depois, aos 13, o meia teve nova chance e bateu forte para ver a bola passar ao lado da meta.

Dominando a partida, o Tricolor de Aço cresceu no jogo e melhorou o toque de bola, o que fez a equipe visitante criar mais um bom lance na partida. Aos 16, Luisinho se aproveita de uma jogda rápida e surpreende os zagueiros ao invadir a área e chutar de primeira para nova defesa de Martini.

O primeiro lance do GEB acontece apenas aos 24, quando após um lance de falta a seu favor, os rubro-negros levam perigo com chute de Marcos Paraná, que coloca a bola ao lado do gol de Marcelo Lomba.

No decorrer da primeira etapa, o jogo voltou a ficar truncado e isso fez com que a movimentação dos dois times ficasse mais limitada no Estádio Centenário. Aos 41, o Xavante teve um bom lance com Felipe Garcia, que recebeu dentro da área e chutou por cima do gol. Já o Bahia responde aos 43, com Danilo Pires se aproveitando de vantagem dada pelo árbitro e atirando para longe do gol. Aos 45, Juninho cobra falta e Lucas Fonseca desviou de cabeça fazendo a bola sair pela linha de fundo.

No início do segundo tempo, os rubro-negros já levaram perigo antes do primeiro minuto, quando Clébson chuta cruzado para boa defesa de Lomba. A resposta veio logo em seguida, aos dois, com Moisés batendo de fora da área e obrigando Martini a colocar a pelota para a linha de fundo.

Com as duas equipes prezando pelos lances de velocidade, o jogo se tornou mais intenso e obrigava a defesa dos dois times a recuarem sua marcação e intensificarem os desarmes para conter os lances adversários. Aos seis, Thiago Ribeiro e Luisinho tabelam na entrada da área Xavante até a defesa do Brasil afastar a bola no último lance.

A intensidade dos clubes em procurar a meta adversária acabou surtindo efeito do lado da equipe anfitriã. Aos 11, um lance iniciado pela esquerda dos gaúchos acabou em cruzamento rasteiro para Marcelo Lomba, que falha na recepção e deixa a bola sobrar sozinha para Felipe Garcia apenas completar no fundo do gol.

Com o gol, o Brasil de Pelotas cresceu na partida e passou a pressionar o Bahia no seu próprio setor de defesa. Aos 26, Teco se aproveita de bola espirrada pela defesa após cobrança de escanteio e colocou a bola na trave de Marcelo Lomba. 

Sem reação os baianos apenas assistiam o domínio do Rubro-Negro, que não cansava de arriscar e levava mais perigo ao gol tricolor. Aos 36, Clébson partiu em velocidade e chutou cruzado para ver a bola passar raspando pelo gol do arqueiro tricolor.

E com o jogo praticamente perdido, o Bahia pode comemorar com um lance inusitado dos anfitriões. Aos 41, Moisés cruzou na linha de fundo e viu o zagueiro Marlon colocar a bola na própria meta e marcar contra.

O empate incomodou os donos da casa, que seguiram insistindo nos lances ofensivos até chegarem ao seu segundo gol. Aos 47, após cobrança de falta, Teco subiu sozinho e deu a vitória para a sua equipe no Estádio Centenário. 

Agora, o Brasil de Pelotas vai ao Paraná encarar o Londrina, enquanto o Bahia volta a campo na próxima terça-feira (28) onde enfrenta o Oeste na Arena Fonte Nova.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 4 =