Ex-jogador do Bahia é preso acusado de estuprar quatro menores no Pará

Suspenso do futebol até 2019 por se negar a fazer exame antidoping quando atuava pelo Al Ittihad, da Arábia Saudita, o ex-atacante do Bahia, Jobson, voltou ao noticiário nesta quinta-feira (23), mas dessa vez, noticiário policial. O jogador foi preso acusado de estuprar quatro menores  em Conceição do Araguaia, no Pará.

De acordo com a Polícia Civil, que efetuou a prisão, Jobson foi detido em sua chácara na cidade de Couto Magalhães, no oeste de Tocantins, e não ofereceu resistência. O cumprimento da prisão preventiva determinada pela Justiça foi pela acusação de abusar sexualmente de uma jovem de 12 anos, outra de 13 e mais duas de 14. Além disso, ele é investigado por abusar de uma quinta adolescente. 

De acordo com a Polícia Civil, todas as vítimas fizeram exames periciais, que comprovaram que houve penetração nas duas menores, de 12 e 13 anos. Já as de 14 anos, em depoimento, afirmaram que consentiram as relações sexuais, mas  revelaram que estavam sob efeito de bebidas alcoólicas e substâncias entorpecentes colocadas na bebida. 

A polícia instaurou inquérito após uma das vítimas denunciar o vazamento de imagens suas em situações pornográficas nas redes sociais. A jovem relatou que desmaiou durante o evento que teria sido promovido por Jobson. Desacordada, ela teve fotos tiradas por Jobson e amigos do jogador. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 4 =