Doriva fala de derrota contra o Vasco e interesse do Flamengo em Hernane

Frustração é a melhor palavra para definir o sentimento do torcedor tricolor após a derrota para o Vasco, sábado, por 4×3. O Bahia mostrou poder de reação, mas pagou um preço alto pelas falhas defensivas.

Após a primeira derrota na Série B, Doriva não escondeu a irritação ao deixar o campo. Questionado pela escalação de Thiago Ribeiro na vaga de Luisinho, ele se defendeu. 

“Não foi incoerência. Não penso assim. Quem trabalha no futebol é o treinador, que toma as decisões. Eu penso o melhor para a equipe, nunca com intuito de errar. Também não sou profeta do acontecido. Há jogadores que têm lastro, que é o caso do Thiago Ribeiro, e que não estão rendendo o esperado, mas foi o jogador que optei. O Luisinho entrou, entrou bem, mudou o jogo. Nós temos que ter elenco e o jogo mostrou isso porque os jogadores que saíram do banco mudaram o jogo. A gente não pode depender de 11 jogadores”, bradou o técnico.

Apesar da chateação, o Bahia não tem tempo para lamentar. O duelo serviu, por exemplo, para o torcedor finalmente ver o meia Renato Cajá estrear pelo Bahia. E Doriva gostou do que viu. “Eu não achei que ele estava perdido, é mais a falta de ritmo. Acredito que ele vai nos ajudar quando jogar mais, com mais minutos e um ritmo bom para fazer as coisas acontecerem. A gente sabe que tem um elenco forte. Temos bons jogadores, alguns por estrear. A gente vai brigar e estamos muito confiantes. Não é o fato de perder para o Vasco que vai mudar nossa maneira de pensar”, afirmou o treinador do Bahia. 

O técnico aproveitou ainda para colocar um ponto final nas especulações de que o Flamengo tem interesse em repatriar Hernane, artilheiro do tricolor, com 11 gols marcados. “A gente sabe da força do Flamengo, mas o Hernane tem contrato com o Bahia e até então não demonstrou motivo para sair. É um jogador importante para nós e temos valorizado ele por ter aceitado estar no Bahia para a disputa da Série B e fazer um grande campeonato. Estamos confiantes que ele vai ficar conosco”, comentou o técnico.

Com o resultado, o Bahia perdeu duas posições na tabela e deixou o G-4. Agora, o tricolor ocupa a 6ª posição, com sete pontos somados. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − 7 =