Junior Cigano não resiste a Overeem e é nocauteado no UFC Orlando

Não deu para Junior Cigano. No retorno do brasileiro ao octógono depois de um ano, ele foi nocauteado pelo holandês Alistair Overeem na penúltima luta do card principal do UFC, na noite deste sábado (19), em Orlando, nos Estados Unidos. Com a derrota, Cigano fica mais distante de uma disputa pelo título dos pesos-pesados do UFC
 
Depois de um início de muito estudo, os dois lutadores fizeram um primeiro round de poucos golpes. Cigano chegou a sair na frente, mas Overeem se recuperou nos minutos finais e venceu a primeira etapa. No segundo round, Junior Cigano voltou um pouco melhor, mas continuava sofrendo com as investidas do holandês. Quando o brasileiro conseguiu encaixar uma sequência, Overeem conseguiu acertar o queixo de Cigano que não resistiu e caiu.
 
 
"Ele é um cara muito perigoso e você precisa ser cauteloso, ele tem bomba nas mãos. Eu tinha que ter bem o plano e consegui. As mãos dele são muito poderosas eu sentir que ele estava reagindo e tive que acabar", disse Overeem logo após o duelo. 
 
Questionado sobre uma chance de disputar o cinturão dos pesos-pesados, Alistair se mostrou confiante em conseguir o título. Atual campeão, o brasileiro Fabrício Werdum vai fazer a defesa contra Cain Velásquez e o vencedor será o oponente de Overeem. "Eu me sinto confiante, todo mundo está junto comigo e eu adoraria estar ali", afirmou o holandês. 
 
Cinturão mantido
 
Quem fez bonito foi o carioca Rafael dos Anjos. Na última luta do card principal o brasileiro precisou apenas de um minuto e seis segundos para nocautear o americano Donald Cerrone e manter o cinturão dos pesos-leves do UFC.  
 
"Eu estão feliz, provei que vim para ficar na divisão. Todas as acusações das pessoas me destruindo, eu estou aqui, com meu cinturão. O Cerrone é um grande oponente, venceu oito lutas seguidas, não é um recorde fácil, mas eu tenho o melhor time. Estou muito feliz", disse Dos Anjos após o duelo.  
 
O brasileiro aproveitou para mandar um recado para o irlandês Conor McGregor. Atual campeão dos pesos-pena da entidade depois de vencer José Aldo, o falastrão cogita mudar de categoria e disputar o cinturão dos leves. 
 
"McGregor, se você quiser vir para minha divisão, essa é a minha divisão. Se você quiser lutar no Brasil ou na irlanda eu estou pronto", avisou o brasileiro. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois − 1 =

Veja também