Jeremoabo: 26 de Julho é campeão jeremoabense de 2015; Veja fotos

Tarde de domingo, 13, estádio João Isaías Montalvão lotado. Festa das torcidas e final do Campeonato Jeremoabense 2015, da primeira divisão. 26 de Julho e Água Branca entraram em campo para definir o campeão no segundo jogo da decisão. Invicto, jogando pelo empate e podendo até perder por um gol de diferença, o 26 de Julho não quis conversa e venceu o Água Branca por 2 a 1. Saiu na frente com gol de Davi no final do primeiro tempo e aumentou o placar aos 43 da segunda etapa com Curí, garantindo o título inédito para a galeria de troféus. Felipe ainda descontou no finalzinho para o Água Branca, mas, não foi suficiente o bastante. E assim, público e jogadores se despediram do jeremoabense nesta temporada, que volta reestruturado no ano que vem.
 
O jogo
 
Precisando tirar a vantagem, o Água Branca usava a velocidade, enquanto o time do Canché tentava no toque de bola. Com algumas faltas duras, o árbitro Jackson Galindo teve trabalho, e em uma delas, expulsou o lateral Victor do 26 de Julho, com apenas 30 minutos de partida, já que o atleta havia recebido cartão amarelo e voltou a praticar jogo violento. Com um jogador a mais o Água Branca partiu pra cima, criou várias oportunidades, mas parou na trave e nas grandes defesas do goleiro Cléber. Como é a máxima do futebol, quem não faz leva, não deu outra; em chute fraco de fora da área, o goleiro Nenen largou a bola nos pés de Davi e ele não perdoou, mandou pro fundo da rede, aos 40 minutos da peleja inicial, para o delírio do torcedor cancheense que lotava o Montalvão.
 
No segundo tempo o Água Branca voltou disposto a reverter o resultado, criou oportunidades, mas continuou pecando nas finalizações e deixando espaços para o os contra ataques. Com o passar do tempo, a ansiedade aumentava para o Fantasminha do Vale, enquanto o 26 de julho procurava tocar a bola com velocidade, aproveitando os espaços deixados pelo adversário. A ducha de Água fria veio aos 43 minutos da fase complementar, quando em cobrança de escanteio todo time do Água Branca foi para área, inclusive o goleiro Nenen. No rebote da zaga a bola sobrou com Curí, que na base da raça, e da velocidade, ganhou na corrida dos marcadores e com o gol escancarado fez o segundo do 26 de Julho. O Água Branca ainda marcou aos 45 minutos com Felipe, depois de defesa parcial do goleiro Cléber, mas já era tarde e a festa foi mesmo do “Papão do Vale”, que em três finais conquistou o seu terceiro título: Copa Rural, Segunda Divisão e Campeonato Jeremoabense da Primeira Divisão.
 
Além de troféus e medalhas, o 26 de Julho vai receber R$ 7.200,00 e o Água Branca R$ 4.800,00.
 
Cléber (26 de Julho) foi escolhido melhor goleiro do campeonato.
 
Renda: R$ 4.669,00
Público pagante: 1.165
Público não pagante: 300
Público total: 1.465

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =

Veja também