Mandante do jogo, Flamengo-PB leva um único torcedor para o Almeidão

Um fato incomum aconteceu no jogo entre o Flamengo-PB e o Treze pelo Campeonato Paraibano de Futebol, na última quinta-feira. O rubro-negro de João Pessoa jogava em casa, no Estádio Almeidão, mas era a torcida trezeana quem fazia a festa no estádio. Aliás, dos pouco mais de 200 torcedores que viram o Treze vencer por 3 a 1, apenas um estava ali para incentivar o xará do famoso carioca.

O apaixonado em questão é Jobson Silva, que passeava tranquilamente entre a torcida alvinegra, mas sem escapar de algumas brincadeiras amistosas por parte dos galistas.

O rubro-negro é fiel ao time do coração e compareceu a todas as partidas do Fla no Paraibano.  Mas existe um motivo para toda esta paixão: Jobson é filho do massagista do Flamengo, Maurício Silva.

– Acompanho meu pai em todos os jogos, mas venho também por amor ao Flamengo – disse.

Na verdade, o rapaz é torcedor do Flamengo do Rio de Janeiro e aproveitou a coincidência de nomes e o fato de seu pai trabalhar onde trabalha para torcer pelo homônimo pessoense.

– Eu torço pelos dois. O Flamengo daqui e o do Rio. Os dois times estão no meu coração – declara.

Apesar de declarar seu amor pelo Flamengo, Jobson está insatisfeito com a classificação do clube no Campeonato Paraibano. Em três jogos na competição, o time de João Pessoa, que foi fundado há apenas dois anos e estreia em 2012 na 1ª divisão, ainda não conseguiu pontuar e amarga a lanterna do Estadual. Ele até deu palpites para que o técnico Danilo Baratinha melhore o time.

– O time precisa melhorar muito. Temos que fazer mais gols, nosso ataque está muito ruim – afirmou.

Fonte: Globoesporte

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − dezesseis =

Veja também