Mano vê R10 como ‘projeto’ e não se convence com sequência de Kaká

Ronaldinho Gaúcho e Kaká foram os principais assuntos da entrevista coletiva de Mano Menezes após a convocação da Seleção Brasileira para o amistoso com a Bósnia, dia 28 deste mês, em St. Gallen, na Suíça. O primeiro, por estar na lista mesmo sem viver grande fase. O segundo, pelo contrário: voltou a atuar com frequência no Real Madrid, mas não ganhou nova chance com o treinador.

No ano passado, Mano convocou Kaká para os amistosos com Gabão e Egito, mas uma lesão deixou o ex-são-paulino fora dos jogos. Até o momento, Kaká atuou em nove partidas do Real em 2012 (seis como titular). Porém, não convenceu o técnico da Seleção.

– Não tenho uma explicação para todos os jogadores que não estão na Seleção. Essa não deve ser a linha, mesmo pelo respeito que tenho pelo Kaká. É uma avaliação. Talvez, a sequência tenha mostrado algo que eu queria ver e não vi – disse Mano.

O início de 2012 foi de polêmicas com Ronaldinho, que se envolveu em conflitos com Vanderlei Luxemburgo – o técnico acabou demitido do Flamengo – e teve atrasos no pagamento da maior parte do seu salário (o clube acabou pagando recentemente R$ 3,75 milhões dos R$ 4,5 milhões devidos). Dentro de campo, o camisa 10 tem brilhado pouco e fez apenas um gol no ano (o segundo do 2 a 0 sobre o Real Potosí na Libertadores, no Engenhão).

– Penso no Ronaldinho como um projeto. As questões internas de cada clube pertencem aos clubes. Fui muito cobrado recentemente nos balanços finais da temporada sobre a manutenção de uma base. Sempre disse que a próxima etapa do trabalho brindaria isso. Não posso brindar a todo o momento na base de um momento ruim ou não tão bom. As coisas serão mais estáveis agora. Isso vale pra ele – concluiu.

Fonte: Globoesporte

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 13 =

Veja também