Marcelinho PB concorda com críticas feitas pelo presidente do Sport

Marcelinho Paraíba estava suspenso e não participou da derrota do Sport (1 a 0 contra o Ypiranga) na Ilha do Retiro, mas as vaias da torcida acabaram atingindo a estrela da equipe. Com o gol sofrido no último minuto e um pífio segundo tempo, o time saiu sob fortes críticas das arquibancadas. Entre os vários gritos, o pedido por contratações foi o mais repetido.

– Não estou livre do esporro. Apesar de não ter jogado, a responsabilidades é de todos. Somos um grupo e me sinto culpado também. As vaias que o time recebeu foram pra mim, pois se meu companheiro, com quem converso e ajudo, não corresponde, também tenho culpa – disse Marcelinho Paraíba.

Sobre a reunião do grupo com o presidente Gustavo Dubeux, Marcelinho, apesar de contrariado com a situação, concordou com a as cobranças do dirigente.

– Lógico que ninguém gosta de tomar bronca, mas a gente entende o presidente. Gustavo Dubeux está coberto de razão, porque é inadmissível perder pontos em casa para equipes menores. Com o decorrer da competição fica difícil recuperar esses tropeços – frisou o camisa 10.

Um dos principais defeitos da equipe rubro-negra tem sido a finalização das jogadas. Contra o Ypiranga, principalmente no primeiro tempo, muitas oportunidades foram desperdiçadas, o que resultou em várias críticas ao setor ofensivo.

– Está faltando um pouquinho mais de tranquilidade. Espero melhorarmos nesse sentido. O elenco deste ano é mais qualificado do que o anterior, sem desmerecer o grupo de 2011. Está faltando entrosamento e tenho certeza que daqui a duas ou três rodadas estaremos melhor, com as contratações no ritmo – finalizou.

Fonte: Globoesporte

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + cinco =

Veja também