Galvão Bueno tem conta bancária bloqueada pela Justiça por débito de R$ 1,3 milhão

Galvão Bueno amanheceu com uma surpresa ‘non grata’ ao ter suas contas bloqueadas judicialmente, por decisão do juiz Rodrigo Galvão Medina, da 9ª Vara Civil de São Paulo, devido à uma dívida de mais de R$ 1,3 milhão.

De acordo com a coluna de Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’, o débito foi feito em nome de sua empresa, a Virtual Promoções Participações.

Segundo o magistrado, o bloqueio foi realizado após o não pagamento de duas parcelas junto à empresa Leste Credit (Fundo de Investimento). Um acordo entre as partes teria sido feito, com um desconto de cerca de R$ 421 mil.

A empresa pede que a Justiça penhore valores das contas do narrador e de seus familiares para quitar o débito. Foram bloqueados cerca de R$ 1,4 mil na conta de Galvão, R$ 90 mil na de Desirée, esposa do apresentador, R$ 26 nas contas da empresa e R$ 4,3 mil em nome da filha de Galvão, Letícia.

No processo consta que o narrador realizou o pagamento de R$ 600 mil, e ficou em débito com duas parcelas de pouco mais de R$ 120 mil. Por isso, o credor decidiu cobrar o valor integral da dívida confessada, R$ 1,3 milhão.

A defesa do narrador informou à Justiça que há abusividade dos valores cobrados. Os advogados de Galvão tentam desbloquear os valores nas contas, incluindo os R$ 90 mil, que seriam seriam de natureza salarial e alimentar, sendo recebidos por prestação de serviços e, por esta razão, seriam impenhoráveis.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 3 =