Mãe de Paulo Gustavo compara quem desobriga uso de máscaras a ‘assassino’

A mãe de Paulo Gustavo, Dona Déa Lúcia compartilhou uma mensagem qualificando como “assassino” aquele que desobrigar a população do uso de máscaras em meio à pandemia da Covid-19 no país.

O humorista Paulo Gustavo, 42 anos, morreu em maio deste ano após complicações da Covid.

Déa compartilhou a mensagem em seu Twitter, após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciar ontem que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, publicaria em breve um parecer “para tirar esse símbolo que tem utilidade para quem está infectado“. Ela ainda fez um apelo à população:

“Usem máscara, amigos”. Um aviso: quem disser a você para deixar de usar máscara durante pandemia descontrolada é um assassino. Saia de perto, corte relações. Não presta.” 

Veja:

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 12 =