Shakira sonegou R$ 97 milhões em impostos na Espanha, afirma receita do país

A cantora colombiana Shakira sonegou mais de 14,5 milhões de euros durante os três anos em que viveu no nordeste da Catalunha, afirmou a Agência Tributária da Espanha. A quantia equivale a R$ 97 milhões. As informações são do portal G1.

Conforme a agência Efe, um relatório da receita espanhola enviado à Justiça do país ratifica a quantia, fraudada de impostos entre 2012 e 2014. A cantora de Hips Don’t Lie fingiu que não residia na Espanha e escondeu a renda por meio de uma rede de empresas em paraísos fiscais.

Fontes jurídicas informaram à Efe, nesta quarta (21), que técnicos, após análise do caso, não aceitaram os argumentos da defesa da colombiana. De acordo com os advogados,  a agenda de shows e apresentações na televisão provariam que Shakira ficou menos de 184 dias em um ano na Espanha e, portanto, não teria obrigação de pagar impostos no país.

Processo contra a cantora 

A acusação contra Shakira foi registrada em 2018, por um promotor público da Espanha. A investigação fez rastreio de postagens em redes sociais e estabelecimentos comerciais frequentados pela cantora para tentar provas que ela estava residindo no país no período determinado.

A assessoria da cantora, à época, negou irregularidades por meio de nota. “Shakira cumpriu em todos os momentos com suas obrigações tributárias e não deve qualquer quantia à Fazenda espanhola“, afirmava o comunicado.

O texto, inclusive, realçava que Shakira tinha uma “atividade profissional intensa” fora da Espanha. “Quase 90% de sua renda vem de outros países. Sua estrutura familiar é muito diferente dos modelos convencionais“.

A cantora foi intimada, em 2019, a comparecer à Justiça da Espanha para discorrer sobre o caso.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + doze =