‘O Brasil não deu certo’, diz Huck em evento com presidenciáveis

O apresentador de televisão Luciano Huck criticou a forma de fazer política olhando para o passado e foi imediatamente rebatido por outros presidenciáveis durante o painel “Desafios do Brasil“, do Brazil Conference at Harvard & MIT, evento organizado pela comunidade de estudantes brasileiros de Boston (EUA).

Só estou enxergando narrativas pelo retrovisor, vendo dificuldade de olhar para frente. Não acho que seja bom”, disse ele. “Não adianta pensar com a cabeça do século passado e perder as oportunidades que vêm pela frente. Temos que deixar de lado nossas vaidades e entender que, mesmo com o enorme potencial, o Brasil não deu certo”, continuou.

O apresentador prosseguiu com o seu raciocínio, dizendo que não é mais possível ficar citando “centímetros a mais” que um ou outro governo avançou em algumas áreas no passado. Isso porque, de acordo com ele, o Brasil, precisa avançar quilômetros.

Imediatamente, os demais participantes rebateram a posição de Huck quando tiveram a oportunidade de falar.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse que “olhar para trás é um aprendizado, não é de todo ruim”. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) também afirmou que entender o passado pode ajudar a projetar adequadamente os que se fazer no presente. Já o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), disse que é preciso, sim, conhecer o passado para que os erros não sejam repetidos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + sete =