Xuxa defende que presos sejam cobaias em testes de vacinas e remédios

Xuxa -Créditos: Instagram

Xuxa, a eterna “rainha dos baixinhos“, provocou polêmica, nesta sexta-feira, ao defender que testes de remédios e vacinas usem pessoas condenadas e presas como cobaias, no lugar de animais. A declaração, que segundo a própria apresentadora pode parecer “um pensamento desumano”, foi feita durante live promovida pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para debater os direitos dos animais.

Acho que, com remédios e outras coisas, eu tenho um pensamento que pode parecer muito ruim para as pessoas, desumano. Na minha opinião, existem muitas pessoas que fizeram muitas coisas erradas e estão aí pagando seus erros para sempre em prisões, que poderiam ajudar nesses casos aí, de pessoas para experimentos “, afirmou Xuxa.

A apresentadora disse acreditar que, dessa forma, pessoas privadas de sua liberdade “pelo menos serviriam para alguma coisa antes de morrer, para ajudar a salvar vidas com remédios e com tudo”.

E ela continuou: “Aí vem o pessoal dos direitos humanos e dizer que não podem ser usados. Mas se são pessoas que está provado que irão passar 60, 50 anos na cadeia e que irão morrer lá, acho que poderiam usar ao menos um pouco da vida delas para ajudar outras pessoas. Provando remédios, vacinas, provando tudo nessas pessoas”.

Na live, Xuxa também se disse contra o aprisionamento de pássaros em gaiolas: “Eu sou da seguinte opinião: ninguém tem o direito de prender ninguém. É muito desumano isso”.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 13 =