Salvador terá festa de réveillon com shows sem plateia e transmissão pela TV

Projeção do palco da festa de réveillon em Salvador em 2020 -Créditos: Reprodução

O prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou na manhã desta segunda-feira (23) que a capital baiana terá uma festa de réveillon, no dia 31 de dezembro, com apresentações de Ivete Sangalo e Gusttavo Lima. O evento, que não terá presença de público, será transmitido por três emissoras de TV e pelos canais oficiais da prefeitura, através da internet.

O evento está previsto para começar às 22h e segue até 2h. Os shows da festa serão realizados no Forte de São Marcelo, na Baía de Todos-os-Santos, com o palco voltado para o mar.

O prefeito informou que apesar de não haver público, não haverá restrição para quem quiser acompanhar os shows dos barcos e lanchas, no mar.

O prefeito também detalhou que haverá encontro de Ivete e Gusttavo Lima no palco, e há previsão de que eles façam a contagem regressiva juntos.

A ideia é manter a festa viva mesmo sem a realização convencional. Depois de um ano de tantas dificuldades, desafios a serem superados e problemas, nós da prefeitura tínhamos que pensar de maneira criativa e diferente em fazer uma festa, em pensar em Salvador como um destino comentado no mundo. Como não foi possível pensar no modelo convencional dessa festa, tivemos que pensar em fazer um evento para o alcance de todos, a mais ampla de todas, e repercussão em todo país“, disse.

ACM Neto informou também que haverá queima de fogos, de forma simultânea, em diversos pontos de Salvador, mas que esses pontos não serão divulgados, como forma de evitar aglomerações. Ele destacou que não haverá queima de fogos na região da orla.

De qualquer ponto de Salvador as pessoas poderão ver os fogos, mas não haverá queima de fogos nas praias“, destacou.

O tradicional réveillon, “Festival Virada Salvador”, não será realizado esse ano por causa da pandemia do novo coronavírus. Em 2019, a festa de fim de ano contou com mais de 70 horas de música em cinco dias de programação e mais de 300 artistas envolvidos. De acordo com a prefeitura, na época, Salvador recebeu cerca de 500 mil turistas atraídos pelo festival Virada.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 1 =