“Flordelis me manipulou, foi uma lavagem cerebral”, diz filho afetivo

Um dos filhos da deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ), Wagner Andrade Pimenta, conhecido como Misael, acusa a mãe afetiva de o ter manipulado e feito uma lavagem cerebral nele.

Misael é vereador em São Gonçalo (RJ). Ele conta que se afastou da deputada federal após prestar depoimento sobre a morte do pastor Anderson do Carmo, assassinado em 2019.

“Hoje, tenho 42 anos e acredito que ela [Flordelis] me manipulou, foi uma lavagem cerebral. Eu tinha 12 anos de idade quando cheguei na casa”, relatou Misael, em entrevista ao jornal Extra.

O vereador disse também que contou para Anderson sobre a possibilidade de Flordelis estar envolvida em um suposto plano para assassinar o pastor. A deputada foi denunciada como mentora do crime.

Eu cheguei a falar com ele [Anderson do Carmo] sobre isso. Foi até mesmo ele que me procurou, porque descobriu que havia essa trama macabra. Mas ele não levou a sério”, contou Misael.

Cheguei a falar com ele da possibilidade de ela [Flordelis] estar envolvida, mas ele não acreditava. Ele estava cego. Era Deus no céu e ela na terra. O pastor amava muito ela”, prosseguiu.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + treze =

Veja também