Motoboy que sofreu ataque racista ganha emprego em agência de publicidade

O motoboy Matheus Pires Barbosa, de 19 anos, foi contratado pela Avellar, agência de publicidade especializada em estratégias digitais que tem Ambev, Tinder, MRV e XP Investimentos no portfólio de clientes. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, ele irá atuar como editor de vídeo na unidade da Vila Olímpia na capital paulista, com salário que varia de R$ 3 mil a R$ 12 mil.

Matheus Pires foi vítima de racismo ao fazer uma entrega em um condomínio em Valinhos, no interior de São Paulo, no último dia 31. Após o vídeo viralizar nas redes sociais, o jovem ganhou duas motos novas, uma vaquinha virtual que já conta com mais de R$ 199 mil. Ele também conquistou mais de 2 milhões de seguidores no Instagram.

A primeira moto que Matheus ganhou foi dada pelo humorista Matheus Ceará e pelo grupo Razões para Acreditar. A segunda foi um presente do apresentador Luciano Huck.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 10 =