Anitta critica projeto de lei que tenta proibir execução pública do funk

Além de postar fotos, vídeos e atualizar os fãs sobre a sua carreira, a cantora Anitta tem usado as redes sociais também para fazer militância. A funkeira teceu duras críticas ao projeto de lei enviado ao Senado na sexta-feira (9) que quer tornar crime a execução pública do funk.

"Não mexe com quem tá quieto. Ou melhor… não mexe com quem tá se virando pra ganhar a vida honestamente diante de tanta desigualdade". desabafou em seu perfil no Twitter. O projeto recolheu 22 mil assinaturas. Segundo a cantora, antes de regular o ritmo musical, os parlamentares deveriam criar projetos de leis que obrigassem os familiares deles a utilizarem os serviços públicos de saúde e educação.

"A lei certa deveria ser que todo filho de quem decide nosso futuro fosse obrigado a estudar em uma escola pública sem cursinho particular que sua família fosse obrigada a frequentar os hospitais públicos e não criminalizar uma das poucas formas que essa gente conseguiu pra ganhar a vida, amores… aí não", finalizou.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 7 =

Veja também