Promotor de Canindé denuncia o pauloafonsino Dimas Roque (Secretário de Turismo) pela morte do ator Montagner

O promotor de Justiça da cidade de Canindé de São Francisco, em Sergipe, Emerson Oliveira Andrade, denunciou o secretário de turismo da cidade, Dilmas Roque, pela morte do ator da Rede Globo Domingos Montagner, falecido em setembro após se afogar no rio São Francisco no intervalo das gravações da novela Velho Chico.

De acordo com informações do Site NaTelinha, o magistrado foi contra toda a corrente que se esperava, e indiciou o secretário por acreditar que ele é o responsável pela falta de sinalização na chamada Prainha, onde Domingos se afogou.
 
Para o promotor, se o lugar era perigoso – o relato é de que havia uma série de redemoinhos e profundidade alta -, impróprio para banho e não havia nenhum aviso do tipo, a morte não pode ser considerada acidente.
 
Recentemente, o delegado da Canindé do São Francisco, Antônio Francisco de Oliveira Filho, concluiu o inquérito policial sobre e pediu o arquivamento do caso, por acreditar que foi um fato atípico, um acidente que poderia acontecer com qualquer um.

DESDOBRAMENTO

Dimas Roque – Facebook

Ainda segundo o portal, a denúncia do promotor já foi despachada pelo juiz de Canindé de São Francisco (SE), Paulo Roberto Fonseca Barbosa, e agora deve entrar na fase de apuração de provas.

No despacho, o promotor Emerson diz que "José Dimas dos Santos Roque, conhecido por Dimas Roque, tinha o dever legar de agir, vez que com seu comportamento anterior (retirada de bóias, das placas de sinalizações e demissão dos guardas vidas), criou o risco da ocorrência do resultado ao liberar a área para banho, sem atender os deveres objetivos de cuidados, sem tentar impedir a ocorrência de resultados danosos, cuja ação resultou na morte do ator Domingos Montagner”.
 
O fato pegou até a imprensa de surpresa. A Globo confirmou a notícia, inclusive a noticiando na edição das 10h do seu canal fechado de notícias, a Globo News.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =