Justiça de MG aceita denúncia de homicídio doloso contra cunhado de Ana Hickman

A Justiça de Minas Gerais aceitou a denúncia de homicídio doloso – quando há a intenção de matar – contra Gustavo Correa, cunhado da apresentadora Ana Hickman. Gustavo atirou e matou Rodrigo Augusto de Pádua, um fã da artista que invadiu o quarto em que ela estava hospedada num hotel de Belo Horizonte, em maio.

A polícia tinha recomendado que o caso fosse arquivado por entender que Gustavo agiu em legítima defesa, mas o Ministério Público ofereceu a denúncia por homicídio doloso alegando que o fã já estava dominado e não havia necessidade de atirar. Rodrigo morreu com três tiros.

A defesa de Gustavo afirmou que repudia veementemente os termos da denúncia e que vai adotar todas as medidas cabíveis pra comprovar a inocência. Em caso de condenação, a pena pode variar de 6 a 20 anos de prisão.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =