Advogado de Felipe Heiderich nega acusações de pedofilia: “orem por ele”

O advogado de Felipe Heiderich, ex-marido de Bianca Toledo, negou as acusações de que o pastor é pedófilo e teria abusado sexualmente do enteado de cinco anos. Em uma nota publicada no perfil de Heiderich no Facebook, o advogado pede os internautas orem pelo seu cliente. 

“Na qualidade de Advogado de Felipe G. Heiderich Segundo venho a público informar que as acusações formuladas contra Felipe são inteiramente falsas e que a polícia saberá investigar para ao final esclarecer a verdade. Informamos ainda que não iremos em busca da mídia para promover qualquer de nossos interesses, iremos sim provar a inocência de Felipe nos autos do inquérito policial, confiando no trabalho da Polícia e da Justiça! Orem por Felipe para que ele tenha forças para superar essa grave injustiça, e peçam a Deus que ele faça apenas JUSTIÇA, nada mais!”, escreveu o advogado. 

Posteriormente, o perfil de Heiderich no Facebook foi deletado. O pastor está preso no Complexo de Bangu, no Rio de Janeiro, por estupro de menor de 14 anos. "O fato é que a pastora Bianca Toledo, casada com o senhor Felipe Heiderich, descobriu que esse pastor, falso pastor, estava abusando de seu filhinho de cinco anos de idade", disse o senador Magno Malta (PR-ES), que afirmou ter tido acesso ao pedido de prisão do pastor feita pelo do Ministério Público do Rio de Janeiro a pedido do magistrado Paula césar Carvalho Filho da 17ª Vara Criminal.

"O garoto relata todos os fatos, já foi ouvido por psicólogos e psiquiatras", acrescentou o político. Malta, que presidiu a CPI da Pedofilia, disse que repudiava pedófilos, antes de citar o nome do pastor Felipe Heiderich. "Eu não consigo conviver com pedófilo e nem com seu crime de pedofilia. O pedófilo é uma figura asquerosa, enigmática. O pedófilo é uma sombra capaz de enganar a todos", disse ele.

Prisão

Felipe Garcia está preso na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Bangu. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro ao CORREIO. De acordo com Bianca, ele foi levado para a penitenciária após pedido de Prisão do Ministério Público do estado. Felipe Heiderich foi preso por estupro de um menor de 14 anos.

Na noite de terça-feira (5), Bianca publicou um vídeo para os fãs confirmando a separação e explicando o motivo do fim do casamento. Ela afirma que ele é homossexual e está "acautelado por crime de pedofilia". A pastora diz que a prisão foi feita com base em provas. "Diante do conteúdo do vídeo posso frisar que a anulação do casamento foi iniciada e se torna legitima diante das provas de uma vida dupla e imoral. Contrária a prometida no altar e ressaltada publicamente durante todo casamento. A teologia do Felipe era perfeita, mas seu interior era uma fraude. Me enganou e enganou a todos. É triste, mas é a verdade", escreveu. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − um =