Tatá Werneck posa de lingerie e sensualiza na VIP

Nas páginas da edição de julho da revista VIP, quem estará na capa e recheio será a atriz Tatá Werneck. Saindo um pouco da comédia, ela revelou sua intimidade às câmeras do fotógrafo Yuri Sardenberg.

Se na maioria dos ensaios a estrela quase sempre utiliza técnicas cênicas para seduzir para Tatá, o segredo foi relaxar e ser ela mesma. "Na cena, a prioridade é ser engraçada, não dá pra querer ficar bem na foto. Sei a mulher que eu sou. Não tive problema de autoestima, nem na adolescência… sempre namorei os meninos que gostava", explica à revista.

À VIP, Tatá conta que se acostumou a usar o humor para vencer a timidez. "O senso de humor era meu atrativo desde o colégio. Eu ia à escola para fazer rir, usava perucas, era expulsa de sala toda hora".

Sua predileção pelo deboche e pela ironia define Tatá no imaginário coletivo, não só como atriz, mas também como mulher.

"As pessoas não esperam isso de mim, mas sou supervaidosa, como a maioria das mulheres", afirmou.

Tatá contou que está longe da imagem extrovertida e desinibida que muitos lhe atribuem. "Não bebo, não saio, sou religiosa. Sou a mais careta da turma, essa é que é a verdade", revelou.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + vinte =