Atirador que matou ex-The Voice fez cirurgia para conquistá-la

O atirador da ex-The Voice, Christina Grimmie, morta no último sábado (11) após ser atingida por um tiro enquanto dava autógrafos para os fãs em Orlando, recorreu a intervenções cirúrgicas com a intenção de conquistá-la. É isso que afirma o site americano TMZ. Kevin Loibl, de 27 anos teria feito um transplantes capilar e uma cirurgia de correção ocular a laser. Além das intervenções cirúrgicas, o atirador adotou também uma dieta vegana para perder peso.

Ainda segundo o portal, os colegas de trabalho de Kevin afirmam que a paixão do jovem pela cantora era exagerada. Ele passava o tempo inteiro ouvindo musicas de Christina e dizia que ia casar com ela. Um dos colegas de Kevin contou ao site que ele teria ido a um show da artista no começo do ano e dado a entender que teria conhecido ela. 

O caso de Christina Grimmie se assemelha ao atentado vivido por Ana Hickmann no final do mês de maio. A apresentadora Ana Hickmann foi alvo de um atentado na tarde do sábado (21), em Belo Horizonte, onde ela estava com sua equipe para participar do lançamento de sua nova coleção de roupas. Um homem armado, que havia se identificado como fã da apresentadora, invadiu o hotel e tentou atirar nela. Sua assessora acabou baleada duas vezes e o fã da apresentadora morreu no local. 

Rodrigo Augusto de Pádua, 30 anos, tinha um perfil totalmente dedicado a Ana Hickmann, onde postava fotos com mensagens de cunho sexual para a apresentadora.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − catorze =