Jornalista que denunciou Biel está de licença e muito abalada, diz editora do iG

A repórter que denunciou o cantor Biel por assédio sexual durante uma entrevista foi afastada por licença médica, segundo revelou Patrícia Moraes, editora de entretenimento do portal iG. A jovem, que não teve a identidade divulgada, prestou queixa contra o assédio.

“Ela não tinha deixado de trabalhar, é superprofissional. Mas depois que um programa de televisão vazou os áudios da entrevista dela, sem autorização, ela ficou emocionalmente muito abalada. Aí, resolvemos dar uma licença para ela de tempo indeterminado. Até para que ela fique um pouco distante dos acontecimentos, mais tranquila”, disse.

Ainda segundo a publicação, Patrícia, que escreveu a reportagem denunciando o assédio sofrido pela repórter, revelou que tem sofrido ameaças e recebido xingamentos no Facebook. “São pessoas que não conheço que mandam mensagens dizendo que eu fiz a matéria para aparecer, ficar famosa. Não posso afirmar que são fãs do Biel. Tem muita gente também tentando encontrar a repórter, ligando pra descobrir quem é, o que também ajudou a decidirmos pela licença dela", explica.

Ela disse que, mesmo procurado após o caso, o presidente da Warner Sergio Affonso só se manifestou após a repórter registrar o boletim de ocorrência. Ele disse através de nota que o acontecido foi 'lamentável' e ‘fora do contexto atual de lutas pelos direitos das mulheres’.

“Mais de 15 dias se passaram e nunca entraram em contato. Biel e nem ninguém nunca se manifestou para pedir desculpas”, lamentou.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − sete =