Biel sobre acusações de assédio: ‘Não sei como não levaram na brincadeira’

O funkeiro MC Biel comentou, neste domingo (5), sobre a denúncia de assédio e machismo cometidos por ele contra uma jornalista, que denunciou o caso na semana passada. No Instagram, Biel afirmou que foi tudo um "mal entendido" e que "o lobo mau será sempre o vilão se só escutarem a versão da chapeuzinho".

A repórter, que pediu para não ser identificada, denunciou Biel na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo por assédio sexual nesta sexta-feira (3), após ter sido chamada por ele de "gostosinha” e dizer que “a quebraria no meio" se a "pegasse". O caso aconteceu em maio deste ano, durante entrevista para divulgação do novo CD do artista, e foi testemunhado por outras pessoas. O diálogo teria sido gravado em áudio e vídeo, que já teriam sido entregues à polícia.

No post desse domingo, o funkeiro se defendeu das acusações de machismo. "Nem homem me considero ainda pra ser prepotente a tal ponto. Sou um menino, menino que brinca, menino sem papas na língua, menino que sorri".

Confira na íntegra o post do cantor:

"Sei que eu posso estar falando pra um monte de gente com o coração magoado por outros motivos e que pode querer vir aqui só pra descontar tal raiva na gente, sei que tem muita gente que não me conhece e tá lendo isso aqui… Mas queria dizer que estou triste… E como estou. Dentre as três pessoas mais importantes na minha vida, duas são mulheres: @anenetwork e @gimarinsr.

Não consigo entender como não levaram na brincadeira já que a gente tava se tratando de mim, né, cara que perde o amigo mas não perde a piada, e que na entrevista tivemos um clima totalmente descontraído, todo mundo ria, como adolescentes que somos, e em nenhum momento a repórter se sentiu ofendida, tanto é que as brincadeiras continuaram assim como a entrevista… Machista? Nem homem me considero ainda pra ser prepotente ao ponto. Sou um menino, menino que brinca, menino sem papas na língua, menino que sorri… Infelizmente a felicidade acompanhada do sucesso incomoda, coisa que não deveria… Tudo não passou de um mal entendido e já está tendo as medidas cabíveis sendo tomadas. Só queria entender como que em sã consciência eu falaria tudo o que falei se fosse na maldade, sabendo que estava sendo filmado e ciente da presença de mais umas cinco pessoas na sala na hora da entrevista…

Enfim, cabe a quem me conhece tirar as conclusões. E quem não conhece? Bom, pra quem não conhece, o lobo mau será sempre o vilão, né?! Se só escutarem a versão da chapeuzinho… Eu podia ter me explicado em programas de TV, tive o convite de vários amigos apresentadores pra resolver isso… Mas eu devo satisfação apenas a vocês aqui, minhas baladeiras e baladeiros. Meu público que tá comigo e me ama! Agora chega, né gente… Vamos viver! Hoje tem show em Sorocaba! ALÔ, Sorocaba! Tô chegando, hein?!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =