Luan Santana sobre fim do namoro com Jade: ‘Tudo tem um ciclo’

Sete dias após anunciar sua nova separação da estudante Jade Magalhães, Luan Santana encara com naturalidade o rompimento e não aponta culpados. "Não creio que terminamos por conta de perseguição, digamos assim. Tudo tem um ciclo. Talvez o nosso relacionamento teve esse fim de ciclo", explicou o cantor. "Como tudo também tem suas fases. Podemos estar na fase da lua minguante", acrescentou o sertanejo, que tinha planos de se casar com a jovem.

Cotado para atuar na novela "Rock Story", Luan descartou que Jade não estivesse preparada para lidar com o assédio e pelo fato dele ser famoso. "Muitas meninas têm estrutura psicológica, claro (para me namorar)", disse aos risos. "Como a Jade também tinha", ressaltou o cantor adepto de um novo penteado com trança. O sertanejo não descartou um possível envolvimento com fãs.

"É normal namorar! Estou vivo! (risos). Beijar na boca, curtir… Cara, sou homem e é natural ter relacionamento. Quem sabe entre essas que sonham namorar comigo esteja a minha próxima…", explicou. "Não acho que namorar seja abdicar. Quando você abdica de algo, abdica de você também. E isso não é amor, não é saudável. Amar é pulsar, é compartilhar, multiplicar, somar e até dividir. Mas nunca subtrair", acrescentou.

'Pior solidão é a do quarto de hotel', disse

Já em relação à rotina, não a considera cruel. "É puxada, muitos shows, compromissos… Cada hora estou em um lugar. A pior solidão é aquela do quarto de hotel. Você sai do meio de uma multidão, de uma adrenalina fora de série, que é mexer com emoção, de lidar com a troca de energia entre você e o seu público, e, de repente, se depara entre quatro paredes. Entre quatro paredes de um canto que não é o seu. Não é a sua casa, não é o seu lugar, não tem o seu jeito…", definiu o cantor em negociação para ter especial de final de ano na Globo.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 2 =