Músico processa Daniela Mercury pelo uso da expressão ‘pôr do som’

A cantora Daniela Mercury teve o nome envolvido em uma polêmica nesta quinta-feira (31). De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, do jornal 'Folha de S. Paulo', o compositor baiano Luiz Galvão está processando a artista sob acusação dela ter usado indevidamente a expressão “pôr do som”, da canção “Farol da Barra”.
 
Este nome foi registrado pela baiana em 2009, quando ele começou a ser o nome do show que ela faz no dia 1º de janeiro em Salvador, em parceria com a prefeitura da cidade.
 
“Meu marido está com diabetes, se trata no SUS e nunca recebeu nada pelo uso, enquanto Daniela Mercury ganha com esse show há 17 anos. Agimos agora porque estamos com dificuldades financeiras. E nós já estamos cansados de todos se aproveitarem do trabalho dele [Galvão]”, desabafou a esposa do músico, Janete.
 
Procurada pela publicação, Malu Verçosa, esposa e empresária de Daniela, falou sobre a acusação.  “O show não é baseado na música. A finalidade não é a mesma. Não temos a menor intenção de brigar com ele e inclusive Galvão também pode fazer uso da marca. A apresentação é um presente para Salvador”, explicou

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − um =

Veja também