Petrolândia: Vaqueiro de 16 anos vive em estado de miséria, preso ao corpo de uma criança (Fotos e Vídeo)

Em um estado de extrema pobreza, na comunidade “Lagoinha”, Zona Rural de Petrolândia-PE, encontramos o jovem João Pedro da Silva, um jovem de 16 anos apaixonado por cavalos e vaquejada e vive preso ao corpo de uma criança. Joãozinho como é conhecido por todos, nasceu aos 23 de junho de 1999, e é filho de dona Rosineide Maria, sua mãe tem mais 04 filhos é separada e hoje vive de favor na casa de uma tia.
 
O parto de Joãozinho passou por várias complicações, onde após seu nascimento que foi como o de uma criança normal, ele teve que ser encaminhado ao IMIP no Recife-PE, onde ficou mais de 30 dias em incubadora. Após ter alta retornou a sua cidade e com 01 ano de idade teve mais problemas de saúde, como convulsão e ataques epiléticos.
 
Aos 05 anos de idade quando percebeu que “Joãozinho” parecia não crescer sua mãe o levou para algumas consultas médicas, e  foi indicado um tratamento específico para a criança. O tratamento foi seguido por 4 semanas, mas por falta de condições financeiras sua mãe teve que parar. A médica responsável informou que se a mãe não desse continuidade “Joãozinho” poderia não mais crescer.
 

Há pouco mais de um mês Joãozinho estava morando com seus avós, em Tacaratu-PE, o motivo pelo qual não estava com sua mãe era que a mesma tinha arrumado um novo companheiro e morava em 2 pequenos cômodos em uma propriedade rural de posse de um advogado de Petrolândia-PE. Dona Rosineide também havia dado uma de suas filhas para morar com sua mãe.
 
Quando criança, Joãozinho chegou a ficar quase 30 dias desacordado, daí então, quando sua mãe suspendeu seu tratamento, o jovem não cresceu mais fisicamente, mede hoje 1,20 metros, não entrou na puberdade e de acordo com o que pudemos observar o desenvolvimento mental é normal, porém Joãozinho ainda tem atitudes de uma criança. O jovem vaqueiro diz se sentir muito triste e acorda diariamente sem vontade de viver devido à situação em que vive.
 
O menino contou ainda que não lembra qual foi a última vez que tomou café da manhã e que seus sonhos se resumem ao seu tratamento de saúde, em poder ter sua casa para tirar sua mãe da situação em que vive. Ele também sonha em conhecer o apresentador Sílvio Santos e o cantor Luan Santana.
 
O jovem abandonou seus estudos ainda no 3° ano primário, e não sabe ler nem escrever, mas prometeu a nossa redação que iria retornar os seus estudos. Em todos os momentos da entrevista, em seus sonhos sempre é citada sua mãe. Joãozinho durante a entrevista ainda chegou a cantar uma toada de vaquejada. A maior mágoa de dona Rosineide é ter colocado seus filhos no mundo e nem ao menos ter um teto para poder viver com eles.
 
 
Uma das maiores dificuldades do jovem hoje fora a situação financeira são as várias brincadeiras que colegas tiram com ele como lhe chamar de “Baixinho” “Vá crescer”, brincadeiras estas, que devido ao estado nervoso que fica o jovem, provoca nele ataques epiléticos. No final de nossa entrevista ele chegou ainda a nos dizer que sua mãe já tentou tirar sua própria vida devido às condições em que se encontram.
 
A mãe de Joãozinho assim como ele necessita de muita ajuda. Ela encontra-se grávida novamente, precisa de roupas, comida. Joãozinho, no dia da reportagem,  precisou que a equipe arrumasse uma camisa para ele, pois uma das poucas que tinha estava suja. Eles precisam de calçados e de todo tipo de ajuda que possa aparecer.
 

Contatos para quem puder e quiser ajudar Joãozinho e a sua família. Toda ajuda é bem-vinda.

(87) 98140-2719 WHITNEY PEREIRA

(87) 9998-3377 ALEX SANTOS

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 2 =