Connect with us

Esportes

Ziraldo, criador do mascote do Bahia e ícone da arte, morre aos 90

Morreu Ziraldo, criador do mascote do Bahia e autor de “O Menino Maluquinho”, aos 90 anos.

Avatar De Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Ziraldo

O mundo das artes e do futebol brasileiro perdeu neste sábado, 6, um de seus grandes nomes: Ziraldo Alves Pinto, aos 90 anos. Conhecido por sua vasta contribuição à arte gráfica brasileira, Ziraldo deixou sua marca no esporte ao criar o Super-Homem, o adorado mascote do Bahia, apelidado carinhosamente de ‘homem de aço’. Esse ícone foi desenvolvido pelo artista em 1979, enraizando-se na tradição e na identidade do Tricolor de Aço.

Segundo informações da família, Ziraldo faleceu pacificamente enquanto dormia em sua casa na Zona Sul do Rio de Janeiro. A sua obra, porém, atravessa fronteiras, alcançando os corações de torcedores em todo o país. Além do mascote do Bahia, Ziraldo também é responsável pelo desenvolvimento dos mascotes de outros 15 clubes, que animaram a disputa da Copa União.

Uma trajetória de sucesso e desafios

Nativo de Caratinga, Minas Gerais, Ziraldo teve uma carreira marcada pelo talento e pela resistência. Nos anos 1960, ele foi um dos fundadores do jornal O Pasquim, meio de comunicação que ousou enfrentar a ditadura militar vigente à época. Sua postura crítica ao regime levou à sua prisão em dezembro de 1968, logo após o anúncio do Ato Institucional Número Cinco (AI-5).

O legado de Ziraldo não se limita, contudo, ao ambiente esportivo. O artista também é lembrado pela criação de “O Menino Maluquinho”, em 1980. Este personagem transpôs as páginas dos livros infantis, tornando-se uma animação de grande sucesso e querida por diversas gerações em todo o Brasil. A figura do Menino Maluquinho, assim como o mascote do Bahia, reflete a genialidade criativa de Ziraldo, que soube como poucos dialogar com o imaginário popular brasileiro.

Com sua partida, Ziraldo deixa um vazio no mundo da cultura e do esporte, mas sua obra permanece, imortalizada na memória e no coração dos brasileiros, como um símbolo de alegria, resistência e paixão nacional.

Mais Lidas