Connect with us

Esportes

Final Baiana em campo: Bahia e Vitória disputam título entre polêmicas

Bahia x Vitória: clássico final baiano promete reviravoltas e polêmicas neste domingo.

Avatar De Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Ba-Vi

A Arena Fonte Nova será palco do confronto final do Campeonato Baiano neste domingo, às 16h, onde Bahia e Vitória medirão forças em busca do título. Este clássico, um dos mais aguardados do Nordeste, é marcado não apenas pela rivalidade histórica, mas também por uma série de polêmicas que foram se desenrolando ao longo da competição. Desde provocativas entrevistas a gestos simbólicos em campo, o clima entre as equipes está aquecido.

A volta do Vitória à Série A, acompanhada da permanência do Bahia, adicionou ainda mais emoção ao Ba-Vi. As provocações são recorrentes tanto entre os jogadores quanto entre as torcidas, especialmente após o vitorioso jogo do Vitória por 3 a 2 no Barradão. Dentre os muitos casos, destacam-se as simulações de pesca feitas pelos jogadores do Vitória, referindo-se aos adversários como “sardinhas”, enquanto os atletas do Bahia responderam imitando “galinhas” na Arena Fonte Nova, após uma vitória por 2 a 1.

Opiniões Divididas sobre Provocações

Neto Baiano, ídolo do Vitória, defende que as provocações são parte do jogo e servem como um estímulo. Ele relembra que, em sua época, essas ações motivacionais eram comuns. Por outro lado, Ronaldo Passos, com passagens importantes tanto pelo Bahia quanto pelo Vitória, considera que tais comportamentos podem desrespeitar o adversário.

Os jogadores atuais têm opiniões diversas sobre o assunto. Enquanto uns veem as provocações como parte da dinâmica do futebol, outros, como o zagueiro Wagner Leonardo, criticam essas atitudes, argumentando que devem existir limites. Léo Condé, técnico do Vitória, e Rogério Ceni, técnico do Bahia, também colocaram seus pontos de vista, refletindo sobre o respeito mútuo entre as equipes e as dificuldades enfrentadas pelo elenco tricolor.

Na Disputa pelo Título

O Vitória entra em campo com uma vantagem, precisando apenas de um empate para se sagrar campeão. A conquista representaria o 30º título da equipe. Já o Bahia, com a missão mais desafiadora, precisa de uma vitória por dois gols de diferença para levantar a taça pela 51ª vez. Em caso de vitória do Bahia por apenas um gol de vantagem, a decisão será nos pênaltis.

Ex-atletas como Ronaldo Passos veem o Bahia com superioridade técnica, especialmente no meio de campo, mas destacam que a entrega em campo será crucial para determinar o campeão. O clássico promete não apenas por sua importância histórica, mas também pela imprevisibilidade e pela capacidade de ambos os times de proporcionarem viradas espetaculares. Domingo será um dia de emoções fortes na Arena Fonte Nova, onde o próximo capítulo dessa rivalidade será escrito.

Mais Lidas