Connect with us

Esportes

Conceição e Malhadinho em polos opostos no clássico Ba-Vi: expectativa e rivalidade

Craques do boxe e MMA dividem previsões acirradas para a final Baiana entre Bahia e Vitória, reacendendo a histórica rivalidade.

Avatar De Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Ba-Vi

À beira da final do Campeonato Baiano, que tomará lugar na Arena Fonte Nova neste domingo, temos um clássico que transcende o campo e invade o universo das artes marciais com dois baianos: Hebert Conceição, medalhista olímpico de boxe e torcedor fervoroso do Bahia, e Jailton Malhadinho, destaque do MMA no UFC e fanático pelo Vitória. Em entrevista exclusiva ao Portal MASSA!, os atletas compartilharam suas expectativas para o confronto, posicionando-se em lados opostos da arquibancada.

Do lado rubro-negro, Malhadinho salienta o desempenho sólido do Vitória no jogo de ida, vencendo por 3 a 2, o que lhe confere a vantagem do empate na final. “A expectativa tá muito alta… Certeza que o Vitória vai dar um show na Arena Fonte Nova”, afirma, expondo sua confiança no esquadrão.

Por sua vez, Conceição evoca memórias recentes de glória do Bahia, lembrando a vitória decisiva sobre o Atlético-MG que garantiu a permanência do time na elite. “Não é um cenário favorável, mas a esperança é a última que morre. Aquela vitória… me faz acreditar”, declara o pugilista, indicando que o passado inspira otimismo para a grande final.

Uma Maratona de Ba-Vi Imperdível

A série de confrontos Ba-Vi ganha um capítulo intensamente aguardado, com Bahia e Vitória já tendo se enfrentado na Copa do Nordeste e agora na final do Campeonato Baiano. “Essa sequência de clássicos é o que estávamos precisando. É épico para ambas as torcidas”, comentam de forma unânime.

Mesmo com a rivalidade, ambos destacam a importância da união das torcidas e da manutenção de um ambiente pacífico, com Malhadinho apontando para a tradição dos encontros como uma celebração do futebol baiano. Enquanto isso, Hebert eleva a discussão sobre provocações, vendo-as como essenciais para a animosidade e o espírito competitivo do clássico, desde que dentro dos limites do respeito.

Em suma, Hebert Conceição e Jailton Malhadinho personificam a paixão e a rivalidade que definem o clássico Ba-Vi. Enquanto a bola não rola na Arena Fonte Nova, ficamos na expectativa de mais um capítulo dessa rivalidade histórica, prometendo emoção, estratégia e, claro, o ápice do futebol baiano.

Mais Lidas