Connect with us

Esportes

Argel critica arbitragem e cobra punição para assistente que marcou pênalti

Avatar De Chicosabetudo

Publicado

em

A coletiva de Argel Fucks, após o empate do Vitória com o Fluminense, foi pautada pelo erro grave da arbitragem. O árbitro pernambucano Nielson Nogueira Dias, "incentivado" por seu assistente, marcou um pênalti de Victor Ramos onde a falta havia acontecido cerca de um metro fora da área.

O técnico, indignado, cobrou punição aos profissionais de arbitragem da partida. "A arbitragem está se encontrando em um momento difícil e tem uma coisa que não consigo entender, a coerência. Se estamos brigando com o Sport, não poderia ter um baiano ontem apitando o jogo do Sport e hoje um pernambucano aqui. Foi uma falha grotesca que se coloca um trabalho todo por água abaixo. Foi uma falha tão simples. Ele estava a dez metros do lance, ele tem autoridade para marcar, não precisava ouvir o bandeira. É muito triste. É reflexo do nosso país, onde não impunidade e tudo se acontece. A arbitragem segue a mesma e não vejo árbitro ser punido. Se eu falar de arbitragem hoje, no jogo seguinte não posso trabalhar. Mas, ele pode. Quando se toma um gol com um erro de arbitragem como esse, desestabiliza a equipe. Queremos saber agora se vai ter permissão para o bandeira. O Brasil inteiro viu (o erro). Se esse é o problema (valorização), vamos dar condições ao árbitro, mas não pode ficar acontecendo essas coisas. Estamos chegando ao fim do campeonato com muitos erros (de arbitragem), e erros fáceis. O assistente ainda chegou para um jogador meu e disse que isso acontece, não poderia voltar atrás. Isso não pode ser comportamento de um assistente".

O treinador ainda destacou que o árbitro errou duas vezes, pois não deu cartão ao seu zagueiro, que era o último homem antes do goleiro Fernando Miguel. "Ele ainda errou duas vezes. Se ele deu o pênalti, porque não expulsou o Victor Ramos? Então, ele conseguiu errar duas vezes. Muito triste".

Sobre a atuação da equipe, o comandante criticou o primeiro tempo, lamentou indiretamente a atuação de Cárdenas e elogiou a segunda etapa. "Não fizemos um bom primeiro tempo, não tivemos a qualidade necessária na armação das jogadas. Faltou essa qualidade aos nossos armadores. No segundo tempo voltamos diferente, conseguimos agredir mais, abrimos o time, tivemos coragem e merecemos empatar. O Serginho hoje entrou muito bem, deu qualidade, armou o time. Não empatamos o jogo por um acaso".

Já sobre o retorno de Marinho, Argel comemorou e não poupou elogios ao atacante. "Marinho é um jogador que faz falta. Você pode ver a importância dele dentro do time. Só eu sei a dificuldade que é quando não tenho o Marinho", encerrou.

Mais Lidas